REGIONAL

ÁGUA DE PAU | São Miguel. Detenção de 3 indivíduos pelo crime tráfico de estupefacientes

142views

           O Comando Regional dos Açores, por intermédio de polícias da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra da Lagoa, da Divisão Policial de Ponta Delgada, deteve 3 indivíduos, do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 20 e os 32 anos, na Vila de Água de Pau, fortemente indiciados pela prática do crime de tráfico de estupefacientes.

Na sequência de um inquérito dirigido pelo Ministério Público de Ponta Delgada, onde foram realizadas várias diligências de investigação, ao longo do último ano por parte dos investigadores da PSP, foi possível recolher e consolidar indícios de prova que apontavam para a existência de uma célula de tráfico de estupefacientes que operava em diferentes locais da Vila de Água de Pau.

Nesse âmbito, numa primeira fase, veio a Brigada de Investigação Criminal da Lagoa a deter, em flagrante delito, dois dos suspeitos associados à venda de drogas, sendo encontrados na posse de várias doses de droga sintética e de haxixe, destinados à venda direta a consumidores, tendo decorrente desta intervenção policial sido aplicadas, a ambos os arguidos, a medida de coação de apresentações periódicas diárias quando sujeitos a 1.º interrogatório judicial.

No entanto, a referida operação policial e subsequente aplicação das medidas de coação não viriam a revelar-se suficientes para demover ambos os arguidos de prosseguir com a atividade ilícita, pois entretanto e em estreita colaboração com um terceiro indivíduo continuaram a desenvolver a ação deleitosa naquela freguesia, onde sistematicamente contactavam vários consumidores deste tipo de substâncias, panorama que despertou a atenção das autoridades e motivou uma nova intervenção por parte da PSP.

Neste contexto, foi montada uma operação policial, na qual foram cumpridos vários mandados de busca domiciliária e não domiciliária, emanados pela autoridade competente, tendo sido possível localizar e apreender cerca de 40 doses individuais de droga sintética, 50 doses individuais de haxixe, quantias monetárias que natureza ilícita, entre outros objetos que implicam fortemente os arguidos no crime sob investigação e que permitiram à data a efetivação da detenção dos três suspeitos.

Após terem sido presentes a interrogatório judicial, perante o Juiz de Instrução Criminal de Ponta Delgada, um dos arguidos aguardará o desenrolar do processo sujeito à medida de coação de apresentações periódicas, enquanto os dois principais mentores da rede de tráfico de estupefacientes em investigação foram sujeitos à medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

CT/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.