ÚLTIMAS

AÇORES | “Temos de envolver as nossas comunidades no nosso desenvolvimento turístico”, diz Berta Cabral

© Governo dos Açores | Fotos: MM
696views

A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, valorizou hoje os indicadores recorde do turismo nos Açores, mas sublinhou que esta área económica só é vantajosa enquanto for, como tem sido, “boa para os açorianos e os residentes” nas nove ilhas.

“Temos de envolver as nossas comunidades no nosso desenvolvimento turístico”, sublinhou a governante, falando no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, na apresentação do projeto projeto Margullar 2, que cruza cultura e turismo.

No que refere ao turismo, Berta Cabral é perentória: “Conseguimos em 2022 superar os indicadores de 2019. Isso é motivo de orgulho e uma responsabilidade acrescida. Através do crescimento do turismo desenvolvemos economicamente a região, criamos emprego, riqueza e valor: todos ganhamos com isso”.

Esta “mola impulsionadora da economia” regional deve, acredita a governante, “chegar a novos públicos”, com projetos “diferenciados”.

“Qualificar o nosso turismo deixa mais valor acrescentado nos Açores”, sustentou.

A governante adiantou ainda que a revisão do Plano Estratégico de Marketing do Turismo do Açores (PEMTA) vai, naturalmente, estar orientado para a sustentabilidade, mas terá uma visão mais abrangente, com grande destaque para o mar e a cultura.

“A dimensão humana da cultura está plasmada no novo PEMTA. Temos de envolver as nossas comunidades no nosso desenvolvimento turístico. O turismo só é bom se for bom para as nossas comunidades residentes”, vincou.

Sobre o projeto Margullar, Berta Cabral sublinha que este “vem dar um enorme contributo para a diversificação da oferta turística” regional.

O projeto Margullar 2, que começou a ter execução em 2021, é um projeto focado no binómio turismo-cultura, vocacionado para estimular a economia local e desenvolver a investigação e a salvaguarda do património arqueológico dos mares dos Açores.

Nesse sentido, foram criadas valências para o desenvolvimento da Região, nas áreas da arqueologia, da sensibilização patrimonial e do turismo cultural, através do Governo Regional dos Açores e do seu parceiro local neste trabalho, a ADCA – Agência para o Desenvolvimento da Cultura nos Açores, bem como através de vários colaboradores e consultores técnicos, que se foram associando às iniciativas.

Os Açores têm 35 sítios de mergulho em património arqueológico, abertos ao público, divididos por todas as ilhas, e cerca de mil naufrágios documentalmente registados, constituindo-se num dos maiores museus subaquáticos visitáveis de todo o mundo. Encontra-se já elaborado o Manual de Boas-Práticas para a salvaguarda do património.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.