ÚLTIMAS

AÇORES | PS lamenta que José Manuel Bolieiro tente omitir o extraordinário percurso do setor social durante os Governos Socialistas

524views

O Partido Socialista dos Açores lamentou que José Manuel Bolieiro reincida no erro de desvalorizar o extraordinário percurso que o setor social na Região fez durante os Governos da responsabilidade do PS/A, numa clara tentativa de branquear a incapacidade governativa deste executivo do PSD/CDS-PP/PPM.

Para Andreia Cardoso, deputada socialista, “só a falta de conhecimento do Presidente do Governo Regional nesta matéria permite justificar as suas recentes declarações”.

“Acusar os anteriores Governos Regionais do Partido Socialista de erro, negligência ou abandono na área social é não ter conhecimento do extraordinário percurso desenvolvido neste setor e que só foi possível graças ao estreito trabalho de cooperação entre as instituições e o Governo Socialista”, lembrou a parlamentar, para destacar, a esse propósito, “ter sido com o PS, em 2014, que se implementou um novo modelo de financiamento das instituições” que lhes confere total autonomia na gestão dos recursos e integral participação na definição, atualização e ajustamento das regras contratualizadas.

Conforme salienta Andreia Cardoso, desde essa altura que, anualmente, os ajustamentos e aumentos ao valor padrão das diversas respostas sociais foram sendo feitos, “permitindo acordos proveitosos entre ambas as partes e na justa medida das necessidades das IPSS e Misericórdias, que, só na última legislatura, corresponderam a um aumento global do financiamento superior a 21%”.

“O entendimento e cooperação entre os Governos da responsabilidade do Partido Socialista e as IPSS e Misericórdias traduziu-se nos Acordos de Parceria plurianuais estabelecidos, que visavam não só as questões relativas aos ajustamentos e atualização do financiamento das respostas sociais, mas a efetiva partilha de responsabilidades no planeamento e desenvolvimento da Rede de Respostas Sociais nos Açores. De lembrar que foi também, em resultado da avaliação de necessidades conjuntas, que foi possível avançar e assegurar formação aos dirigentes, aos técnicos e aos trabalhadores das instituições e ainda colaborar na melhoria da qualidade do serviço prestado, financiando consultorias técnicas especializadas e assegurando apoio no acompanhamento da implementação das ações de melhoria identificadas”, acrescentou.

Em resultado desse trabalho de grande proximidade foi possível construir e financiar uma rede de resposta sociais com mais de 700 valências, assegurando respostas nas áreas da infância e juventude, família e comunidade, pessoas com deficiência e pessoas idosas a mais de 34.000 utentes.

“Nos últimos dois anos ocorreram aumentos de custos muito significativos, aos quais o Governo Regional do PSD/CDS-PP/PPM, com o apoio do CH e IL, continua sem corresponder”, relembrou Andreia Cardoso, para destacar o aumento dos custos de energia e dos combustíveis, prometido e que permanece sem ser pago e cujos critérios excluem a maior parte das instituições que prestam relevantes apoios à nossa comunidade.

GPPS/AÇORES/RÁDIOILHEÚ

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.