REGIONAL

AÇORES | Prémio de desenvolvimento sustentável é reconhecimento do mérito da Cartilha da Sustentabilidade criada em 2017, sublinha Joana Pombo

101views

Joana Pombo, deputada do Partido Socialista dos Açores, congratulou-se esta segunda-feira pelo anúncio do primeiro lugar atribuído à Região Autónoma dos Açores, na categoria “Apoio à Transição Sustentável”, nos European Enterprise Promotion Awards 2022, representando Portugal na fase europeia da competição.

“Este prémio é o reconhecimento e a prova provada de que os Açores seguiam o rumo certo no que diz respeito ao desenvolvimento do turismo a par com a promoção das políticas de sustentabilidades desenvolvidas no anterior Governo do PS”, referiu a deputada lembrando que foi o Governo socialista que “lançou e criou” o projeto da Cartilha da Sustentabilidade, em 2017, contanto com subscritores ligados à área do turismo sustentável, os quais merecem “todo o reconhecimento” pelo alcance deste prémio.

“Não podemos também deixar de realçar a importância da Azorina, S.A. – recentemente extinta pelo atual Governo -, na divulgação, conservação do património natural dos Açores, bem como na educação ambiental essencial para que se possa trabalhar as gerações futuras”, acrescentou.

No entanto, a deputada socialista lamenta que todo o trabalho de desenvolvimento da Cartilha da Sustentabilidade se encontra, neste momento “sumido no tempo e no espaço”, conjugado a falta da atualização do Plano de Ordenamento Turístico dos Açores (POTRAA), uma medida “urgente”, tendo em conta o aumento que se vem a verificar no turismo, “de forma que se assegure a sustentabilidade de cada uma das ilhas com as suas particularidades do seu património geológico e biológico”, disse.

A par disso, Joana Pombo vê ainda com preocupação o cartão amarelo atribuído pela UNESCO ao Geoparque Açores, “o qual significa que tem cerca de dois anos para fazer cumprir as recomendações das organizações por forma a manter a classificação”.

A Cartilha da Sustentabilidade é um reconhecimento europeu, o qual só é possível se continuarmos a “promover o desenvolvimento sustentável em todas as suas áreas de atuação, de modo a garantir melhor qualidade de vida para quem reside e uma experiência diferenciadora para quem nos visita. Infelizmente, este Governo Regional peca mais uma vez pela inação”, finalizou.

GPPS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.