ÚLTIMAS

AÇORES | Ordem reúne com sindicatos e promove alinhamento de objetivos para Enfermeiros das  misericórdias e IPSS

415views

Decorreu ontem, dia 23 de maio, um importante encontro que juntou a Secção Regional da  Região Autónoma dos Açores da Ordem dos Enfermeiros (SRRAAOE), o Sindicato  Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPOR) e o Sindicato dos Enfermeiros (SE).  Tratou-se de uma primeira reunião preparatória de um documento final a entregar aos  representantes das instituições sociais para posterior discussão e acordo. 

Recorde-se que este encontro acontece na sequência da recente reunião entre a SRRAAOE,  a União Regional das Instituições Particulares de Solidariedade Social dos Açores (URIPSSA)  e a União Regional das Misericórdias dos Açores (URMA), com vista a alinhar estratégias  para a discussão com os parceiros institucionais de questões relacionadas com a valorização  profissional dos enfermeiros das misericórdias e IPSS. 

Na sequência deste assinalável encontro, o Presidente da SRRAAOE, Pedro Soares, referiu:  “Pudemos sentar hoje à mesma mesa os dois sindicados que desde sempre se mostraram  disponíveis para encontrarem connosco uma solução para os Enfermeiros do Social. Só assim,  num trabalho coletivo e com entendimento teremos forma de encontrar soluções viáveis e  justas para todos, e claramente esta é uma matéria que já tarda em ser corrigida.” 

“Entendemos que deva acontecer um acordo coletivo de trabalho exclusivo para os  enfermeiros, principalmente dadas as características ímpares da profissão. A Ordem dos  Enfermeiros, não se querendo imiscuir nas atividades de foro sindical, não pode não agir  quando está em causa a dignidade da profissão. Eu relembro que há enfermeiros a auferir  mensalmente líquido pouco mais do que o ordenado mínimo nacional, e isso para além de  injusto, é claramente um convite à desertificação dos cuidados de Enfermagem nestas  instituições, como já acontece em algumas”, alertou o Presidente da SRRAAOE. 

Para Pedro Soares, “há a necessidade de as IPSS e misericórdias conseguirem ter condições  que vinculem as suas equipas de enfermagem, e se crie condições para se fixarem e  desenvolverem, numa área tão importante no sistema regional de saúde como é o social.  Sem condições atrativas, temo que cada vez mais seja difícil atrair enfermeiros e, claro, os  cuidados oferecidos a esta população serão de menor qualidade, coisa que não queremos  de maneira nenhuma.”

“Registo a abertura dos sindicatos, da URMA e da URIPSSA no sentido de todos juntos  encontrarmos uma solução viável e justa, apesar das dificuldades atuais. Para nós, Ordem  dos Enfermeiros, é o cumprir de uma promessa em não deixarmos ninguém sozinho e tudo  faremos para que alguns bons exemplos que já existem nesta matéria se tornem regra para  todos. Este é o momento de evoluirmos igualmente nos cuidados prestados no social!”,  assinalou Pedro Soares.

OE/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.