LOCAL

A incerteza permaneceu durante umas horas

22views

Ontem dia 22 de Fevereiro, no baile com Luís Silva na Recreio Topense, na vila do Topo, foi mais um ano de carnaval de “adivinhas”. Desde de alguns anos que há pessoas que se mascaram e vão aos bailes, nunca falando nem demonstrando quem realmente está por detrás da mascara. A imaginação é das pessoas que lá estão, que vão tentando por tiques ou pormenores que lhe sejam próximos e conhecidos adivinhar, quem será que está mascarado.

Cumpriu-se mais uma tradição onde alguns adivinharam quem estava por detrás da mascara e outros, ficou a dúvida e a incerteza. No Caseiro e na Recreio Topense a animação e o convívio permaneceu neste carnaval de 2020.

Na Terceira, nesta época jantam em casa das pessoas e passado um ano é que alguns sabem quem realmente lá estava.

Fica aqui o registo e a fotografia do momento para quem quiser tentar adivinhar ou descobrir quem por detrás da mascara está.

 

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.