NACIONAIS

XTB | Destaques da manhã, por Henrique Tomé

Analista da XTB, Henrique Tomé;
89views
  • Os índices da Ásia-Pacífico estiveram a ser negociados de forma mista. Nikkei caiu 0,3%, Kospi e Nifty 50 caíram 0,1% e S&P/ASX 200 subiu 0,2%. Os índices da China estiveram a ser negociados em alta;
  • No lado europeu, os índices estão a ser negociados de forma estável;
  • A China reportou quase 32 mil novos casos Covid, um novo recorde em dados oficiais;
  • O China Securities Journal, órgão de comunicação social estatal chinês, também sugere que o Banco Popular da China pode decidir reduzir o rácio de reservas obrigatórias para todos os bancos, a fim de apoiar a economia;
  • A produção automóvel britânica aumentou 7,4% YoY em Outubro, para 69.524 unidades. No entanto, o nível de produção foi ainda 48,4% mais baixo do que na pré-pandemia de 2019. Cerca de 81% da produção foi exportada;
  • As vendas a retalho na Nova Zelândia aumentaram 0,4% QoQ no 3T 2022 (exp. 0,5% QoQ);
  • O petróleo ganhou ligeiramente depois de o Iraque e a Arábia Saudita terem emitido uma declaração em que dois países salientaram a importância de mercados petrolíferos estáveis e de trabalharem no âmbito da OPEP+, e se comprometeram a tomar medidas para o estabilizar, se necessário;
  • Tesla recolheu 67 mil veículos na China devido a problemas de gestão de energia e de cintos de segurança;
  • As criptos estão a recuar. O bitcoin cai 1,2% e o Ethereum cai 1,9%. Por outro lado, a Ripple está a conseguir registar ganhos de 3,2%;
  • No lado dos metais preciosos, o sentimento é misto – ouro ganha 0,1% e platina ganha 0,3% enquanto a prata cai 0,5% e o paládio recua 0,1%;
  • O EUR e o AUD são as principais moedas com melhor desempenho, enquanto o CHF e o JPY são as moedas que mais recuam.

A média móvel de 200 períodos (linha roxa) continua a suportar o CHNComp e o índice parece que está a ser capaz de ganhar um novo momentum perto dos níveis de Fibonacci nos 23,6%. Contudo, com a situação da Covid na China a deteriorar-se, o índice poderá registar períodos de maior volatilidade.

Fonte: xStation5

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.