LOCALREGIONAL

VITIS- Foram 181 projetos aprovados em sete ilhas dos Açores, menos no Corvo e Flores. Um valor global de 4,8 Milhões de Euros.

228views

Governo dos Açores aprova projetos de investimento de 4,8 ME no âmbito do VITIS

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, anunciou hoje, na Graciosa, que o Governo dos Açores aprovou 181 projetos de investimento em sete ilhas, com um valor global de 4,8 milhões de euros, ao abrigo do último aviso do Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (VITIS), o que permitirá dar continuidade ao desenvolvimento de um setor com grande dinamismo económico nos Açores.

“Os 181 projetos aprovados no âmbito do último aviso do VITIS, abrangem as ilhas do Pico, Terceira, Graciosa, São Miguel, Santa Maria, São Jorge e Faial, permitindo recuperar uma área total de vinha superior a 203 hectares”, afirmou João Ponte, à margem da visita a uma exploração de reconversão de vinha na ilha Graciosa.

O governante destacou que, excluindo o Pico, que já tem uma área de produção de vinho recuperada através do VITIS de 736 hectares, foi dada primazia, neste último aviso, à aprovação de candidaturas recebidas de outras ilhas com potencial para a produção de vinho, sendo que a área aprovada totaliza quase 30 hectares e corresponde a 59 candidaturas.

João Ponte apontou o exemplo da ilha Graciosa, onde foram submetidas e aprovadas sete candidaturas, que correspondem a uma área de sete hectares.

Para o Secretário Regional, o apoio financeiro agora aprovado constitui um forte incentivo aos produtores para continuarem a acreditar no futuro do setor e a trabalhar em prol do desenvolvimento sustentável da vitivinicultura.

O titular da pasta da Agricultura reconheceu que a pandemia trouxe desafios acrescidos a este setor, mas para os quais o Governo dos Açores tem vindo a criar soluções devidamente articuladas com os agentes do setor, de modo a minimizar os impactos, aumentar a liquidez e revitalizar o setor.

João Ponte assegurou ainda que o Governo dos Açores está empenhado e a trabalhar com os produtores, as cooperativas e demais operadores económicos para dar resposta a importante desafios, como sejam o reforço da notoriedade, da qualidade e da genuinidade, a criação de novos canais de comercialização e a atração de novos investidores para a transformação.

GaCS/RM/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.