REGIONAL

Treinar escolhas é essencial na prevenção das dependências, afirma Secretária Regional da Saúde

106views

A Secretária Regional da Saúde salientou hoje a importância do “desenvolvimento das competências humanas, treinando a capacidade de fazer escolhas” dos jovens, para a prevenção do consumo de substâncias psicoativas e de comportamentos aditivos.

Teresa Machado Luciano falava, na Escola Básica e Secundária de Santa Cruz da Graciosa, no âmbito de uma ação do projeto ‘Resolver Acordar’, que envolveu alunos do 10.º, 11.º e 12.º ano, professores e profissionais de saúde.

Desenvolvido em parceria com as equipas de Saúde Escolar, este projeto intervém em caraterísticas pessoais que o estudo de caraterização dos comportamentos aditivos na Região, designado VIDA+, comprovou serem fatores de proteção dos consumos.

O projeto ‘Resolver Acordar’ está implementado nas ilhas de São Miguel, Terceira e Graciosa e a sua metodologia já foi aplicada em outros contextos, designadamente na universidade e nos escuteiros, bem como nos polos locais de desenvolvimento e coesão social da Terra-Chã, na ilha Terceira, Água de Pau, Arrifes, Fenais da Ajuda e Rabo de Peixe, em São Miguel.

A Direção Regional de Prevenção e Combate às Dependência está a formar profissionais para aplicação desta metodologia, tendo já formado 25 elementos das equipas de Saúde Escolar e de entidades parceiras, bem como técnicos do Centro de Reabilitação Juvenil dos Açores.

O objetivo consiste em alargar o projeto ‘Resolver Acordar’ neste ano letivo a todo o arquipélago.

A titular da pasta da Saúde felicitou os profissionais pelos resultados atingidos no âmbito da Saúde Escolar na ilha Graciosa, destacando a “elevada taxa de realização dos exames globais de saúde aos cinco e aos 12/13 anos de idade, que atingiu, no último ano letivo, os 92%”, bem como “a cobertura vacinal de todos os nascidos em 2005 e 2012”.

O projeto ‘Resolver Acordar’ utiliza a metodologia Teatro do Oprimido, criada nos anos 60 do século passado, com a finalidade de desenvolver competências pessoais dos jovens, bem como de fomentar interatividade e diálogo sobre problemáticas como o álcool e o consumo de substâncias ilícitas.

GaCS/SRS

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.