NACIONAIS

SANTO TIRSO | Atualidade. Primeiro-Ministro quer que indústria aeroespacial continue a crescer em Portugal

Primeiro-Ministro, António Costa, durante inauguração das instalações da Airbus Atlantic Portugal, Santo Tirso, 14 setembro 2022 (foto: José Coelho/Lusa)
73views

O Primeiro-Ministro, António Costa, disse que a Portugal quer continuar a crescer na área da indústria aeroespacial que já representa atualmente mais de 18 000 postos de trabalho.

«Portugal definiu, em 2017, a área do aeroespacial como um novo `cluster´ que nós queremos desenvolver no nosso País», afirmou António Costa, durante a inauguração da Airbus Atlantic Portugal, em Santo Tirso.

O Primeiro-Ministro especificou que, atualmente, existem em Portugal cerca de 90 empresas da indústria aeroespacial, com um volume de negócios de 1700 milhões de euros anuais. Relembrou ainda a aprovação de uma estratégia nacional para o espaço, com a criação da Agência Espacial Portuguesa.

Programa de Recuperação e Resiliência e formação

Na sua intervenção, António Costa referiu o Programa de Recuperação e Resiliência, onde o Governo lançou «um grande desafio ao mundo empresarial e ao sistema científico e tecnológico, para que se organizassem em consórcios para apresentarem projetos inovadores». 

Relembrou ainda as duas agendas mobilizadoras que foram aprovadas e se centram neste setor, designadamente, a criação de uma constelação de microssatélites e outra com um sistema de gestão do tráfego no espaço.

O Primeiro-Ministro disse também que se tem vindo a verificar uma crescente procura, a todos os níveis, na qualificação dos recursos humanos nesta área, dando como exemplo a primeira fase de candidaturas ao ensino superior, onde as áreas das engenharias aeroespaciais tiveram um maior crescimento. Também no ensino secundário e profissional, conforme refere, há cada vez mais desenvolvimento nesta área.

Fábrica vai atingir 250 trabalhadores

A Airbus Atlantic, especializada em componentes de aviões, inaugurou uma fábrica em Santo Tirso, onde conta atingir 250 trabalhadores para o ano. O grupo tem atualmente perto de 130 trabalhadores na unidade, que começou a construir em 2020.

Neste momento, a Airbus Atlantic Portugal produz secções de fuselagem frontal da família A320, painéis para a fuselagem frontal da família A350, bem como painéis e molduras para a porta de carga da família A320.

P/GOV/PT/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.