REGIONAL

Rui Bettencourt salienta importante papel dos Açores no palco europeu em 2021

| Fotos: GaCS/JF |
21views

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas salientou hoje, em Ponta Delgada, o importante papel que os Açores terão no palco europeu durante a Presidência Portuguesa da União Europeia (PPUE) no 1.º semestre de 2021, que coincide com a presidência da Conferência dos Presidentes das Regiões UItraperiféricas (CPRUP).

“Quisemos com este programa, parte feito com a República e parte feito com outros parceiros europeus, resumir o que deve ser a defesa dos Açores e a influência dos Açores nesta Presidência Portuguesa da União Europeia ao longo do primeiro semestre de 2021”, afirmou Rui Bettencourt, que falava aos jornalistas na apresentação dos eventos a decorrer nos Açores no âmbito da PPUE, sublinhando que este programa tem “um forte cunho açoriano”, que foi negociado e articulado ao longo de meses de trabalho na sua preparação.

Na ocasião, o titular da pasta das Relações Externas manifestou a satisfação do Governo dos Açores por esta “coincidência muito interessante”, que se pretende potenciar na Europa e no mundo.

Rui Bettencourt destacou as temáticas dos eventos a realizar durante a PPUE, como é o caso do mar, dos transportes, das telecomunicações, da energia, do espaço, da política agrícola, das alterações climáticas e da coesão, frisando a importância desta última para os Açores.

“Nós temos, desde logo, a questão da coesão e colocamos a questão da ultraperiferia como um tema importante da coesão europeia e também como um tema importante da coesão dentro de cada Região Ultraperiférica (RUP), potenciando o facto de os Açores presidirem às Regiões Ultraperiféricas durante o ano de 2021”, sublinhou o governante, acrescentando que, nesta questão da coesão, seja territorial, social ou económica, “há vários aspetos internos muito importantes relativos aos Açores e às Ultraperiféricas”.

O Secretário Regional sublinhou a “alargada cooperação” com parceiros nacionais e europeus que estão envolvidos na preparação e realização destes eventos, que terão lugar nas nove ilhas dos Açores, como o Governo da República, Comité das Regiões (CdR), as Regiões Ultraperiféricas (RUP), a Assembleia das Regiões da Europa (ARE), o Comité Económico e Social Europeu (CESE) e a Conferência das Regiões Periféricas e Marítimas da Europa (CRPM).

Da programação prevista e no âmbito das atividades nacionais, destacam-se eventos como a realização de uma conferência de alto nível sobre os oceanos e reuniões dos Grupos de Trabalho RUP e Espaço.

Por outro lado e no que concerne à CPRUP, está prevista a reunião dos Presidentes das RUP sobre o futuro da Europa, um evento sobre as RUP em todas as ilhas do arquipélago açoriano e ainda reuniões do Comité de Acompanhamento da CPRUP.

Previstos estão também eventos do CdR, como a Reunião do Bureau e a reunião plenária da Comissão de Ambiente (ENVE) sobre Energias Renováveis, da CRPM, como é o caso da Assembleia Geral da Comissão das Ilhas e uma conferência sobre transportes e acessibilidade, além de uma reunião do Conselho da Diáspora Açoriana, como evento da projeção da Europa no mundo.

“Evidentemente que tudo isto tem uma condicionante muito forte, que tem a ver com a pandemia, que vamos ver como é que evolui e tudo isto se irá desenhar e realizar em função da realidade na Europa toda”, disse ainda o titular da pasta das Relações Externas.

GaCS/SN/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.