REGIONAL

residente do Governo enaltece prestação de jovens açorianos no Campeonato Nacional das Profissões

199views

O Presidente do Governo manifestou grande satisfação pela prestação dos jovens açorianos no 44.º Campeonato Nacional das Profissões, que terminou esta sexta-feira em Setúbal, realçando que as 14 medalhas conquistadas “são uma vitória do empenho e da dedicação” dos participantes.

Neste evento, que contou com a participação de cerca de 400 concorrentes de todo o país, no âmbito das 44 profissões a concurso, a representação açoriana, composta por 17 jovens, conquistou 14 medalhas, das quais quatro de ouro, oito de prata e duas de bronze.

“Estes jovens concorrentes açorianos, a exemplo dos campeonatos anteriores, destacaram-se pelos resultados obtidos”, salientou Vasco Cordeiro, ao sublinhar que essa prestação fez com que os “Açores fossem a região do país com a maior percentagem de jovens medalhados” nesta competição nacional.

“Os resultados agora obtidos em Setúbal, e que elevam para 114 o número de medalhas de ouro, prata e bronze conquistadas por Açorianos desde 2004, são reflexo do investimento que o Governo dos Açores tem feito na formação profissional ao longo dos anos, mas são, sobretudo, uma vitória do empenho e da dedicação dos próprios jovens concorrentes”, referiu.

Para o Presidente do Governo, “os jovens dos Açores formados nas escolas profissionais da Região têm, assim, um assinalável historial de muito bons resultados”, os quais se devem também ao trabalho desenvolvido pelos formadores e dirigentes das escolas profissionais.

Os concorrentes açorianos que integraram a representação portuguesa foram apurados para esta competição nacional na edição deste ano do Campeonato Regional das Profissões, que decorreu em novembro, na Praia da Vitória, ilha Terceira.

Os Campeonatos das Profissões são competições dirigidas a jovens entre os 17 e os 25 anos de idade e visam demonstrar o nível individual de competências, rigor e domínio de técnicas e de ferramentas para o exercício de cada profissão a concurso, através da realização de provas práticas de desempenho que são avaliadas segundo critérios exigentes e de acordo com prescrições técnicas estabelecidas internacionalmente por júris compostos de peritos altamente qualificados.

Fonte: GaCS/PC

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.