REGIONAL

REGIÃO – Paulo Gomes considera “que o novo Governo Regional já está a fazer diferente” (c/áudio)

251views

O deputado do PSD/Açores Paulo Gomes considera que a inclusão do Desporto na Secretaria Regional da Saúde “prova que o novo Governo Regional já está a fazer diferente”, significando “uma maior aposta numa atividade tão nobre e importante como a prática desportiva”, adiantou.

No âmbito da discussão do Programa do XVIII Governo Regional, aprovado na passada sexta feira, na Horta, o social democrata lembra que “quando se olhava para a orgânica dos anteriores governos regionais, não havia referência direta ao Desporto. Pois essa é agora uma realidade”, frisou.

“É um facto, por si só, demonstrativo de que este governo já está a fazer diferente”, reforçou o deputado, recordando que “mais de 20 mil açorianos praticam desporto federado ou associativo. São perto de 10% da população do arquipélago, sendo uma das taxas mais altas do país”, afirmou Paulo Gomes.

“Se a isso juntarmos os agentes não praticantes, e todos os que geram economia direta e indiretamente, a percentagem aumenta. E se contarmos com os adeptos e simpatizantes dos nossos clubes, podemos concluir que o desporto está intimamente ligado a cada um dos açorianos”, adiantou.

Paulo Gomes destaca que o Programa do novo Governo visa “apoiar uma política desportiva sustentável e baseada em evidências, em estreita colaboração com o movimento desportivo”, explicou.

“Essa é a base do muito que tem de ser melhorado, pois não podemos ignorar aqueles que são os parceiros naturais do governo, como as associações, que por sua vez são representativas dos clubes, e que têm de passar a ser parceiras na definição das políticas para o setor”, defendeu.

Para o deputado do PSD/Açores é urgente “acabar com a ditadura dos números no desporto açoriano”, sendo que os mesmos “devem traduzir a realidade desportiva e não apenas o que se pretende evidenciar”.

Da mesma forma, “é fundamental apostar na formação dos nossos técnicos, não descurando o papel fundamental que eles têm no desempenho da evolução pretendida, aposta que se deve estender à valorização do dirigente desportivo, como refere e bem o programa de governo, pois nunca podemos esquecer que sem dirigentes não há desporto”, concluiu.

PSD/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.