REGIONAL

REGIÃO – Mais de cinquenta vidas salvas no mar em 2020 nos Açores

23views

A Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Ponta Delgada, (MRCC Delgada) recebeu, em 2020, 611 alertas referentes a acidentes e incidentes no mar e na orla costeira, dos quais 101 originaram a abertura e condução de casos de busca, onde resultaram 54 vidas assistidas ou salvas.

O Serviço de Busca e Salvamento Marítimo terminou o ano de 2020 com uma taxa de eficácia de 98,2%.

O ano transato foi um ano com menos casos de Busca e Salvamento (decréscimo de 29%), em relação a 2019. No entanto, se se considerar apenas os alertas reais, não contabilizando os falsos alertas, houve na realidade, um aumento de 11%. Nestes casos SAR, incluem-se 25 resgates médicos.

Verificou-se ainda uma diminuição de 43%, nos incidentes com veleiros e embarcações de recreio.

Em 2020, o MRCC Delgada contou com o apoio dos Navios de Patrulha Oceânica Figueira da Foz, Setúbal e Sines e com a corveta António Enes, da Marinha Portuguesa, com as aeronaves EH101 e C295, da Força Aérea Portuguesa (FAP), com o apoio dos meios da Autoridade Marítima Nacional sediados na Região Autónoma dos Açores (RAA) e com 46 navios da Marinha Mercante, a navegar na área de busca e salvamento de S. Maria.

Desde o ano de 1994, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Ponta Delgada recebeu e respondeu prontamente a 8379 alertas, que corresponderam a 4023 casos reais de apoio a pessoas e embarcações em perigo no mar, com um total de 2745 vidas salvas ou assistidas.

A proficiência e qualificação dos militares que trabalham no MRCC Delgada e dos meios navais e aéreos, empenhados nos casos de busca e salvamento marítimo, são mantidas através de treino conjunto regular e exaustivo e de treinos específicos, entre as diversas entidades.

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, equipado com tecnologia de ponta e, acima de tudo, operado por um conjunto de homens e mulheres experientes, dedicados e motivados para salvar vidas no mar, é um centro de excelência, nacional e internacionalmente reconhecido pelo seu desempenho. Nomeadamente pela International Maritime Rescue Federation, através do prémio HERO (Honouring Excellence in Rescue Operations), em 2016; pela Price Waterhouse Coopers, através do prémio Navigare Mare, em 2017; pela Câmara Municipal de Ponta Delgada, com a atribuição da Medalha de Mérito Municipal, em outubro de 2018; e pelo Governo Regional dos Açores, com a atribuição da Insígnia Autonómica de Valor, em junho de 2019.

MARINHA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.