REGIONAL

REGIÃO – Deputado Marco Costa considera que Governo dá passo em frente na leitura da Emergência Ambiental Global

23views

O deputado do PSD/Açores Marco Costa considera que o novo Governo dos Açores deu “um passo em frente” na leitura da Emergência Ambiental Global, com o programa apresentado a colocar “o Ambiente e as Alterações Climáticas em lugares de destaque”, afirmou.

“Trata-se de abordar com frontalidade as questões ambientais, tendo presente as Alterações Climáticas”, refere o social democrata, elogiando a criação da Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, “que confirma a prioridade dada a esta área da governação”, adiantou.

Sobre o Programa do Governo, Marco Costa diz que “há metas ambiciosas, mas exequíveis, que nos obrigam a mudanças de paradigmas, mas que vão no caminho certo”, diz o deputado, para quem “a qualidade ambiental dos Açores tem de continuar a ser uma garantia de futuro, tanto no seu potencial económico como na qualidade de vida que proporciona”, disse.

“Governar os Açores, é governar uma região privilegiada na sua qualidade ambiental”, afirma o parlamentar do PSD, sublinhando a importância “de propostas para redução da produção de gases que contribuem para o efeito de estufa”, assim como “a valorização dos nossos recursos naturais, que permitem o sequestro do carbono atmosférico, nomeadamente a proteção da nossa floresta nativa pela aposta na florestação”, elencou.

“Toda a reflexão e aposta decorrente das energias renováveis garantem-nos menos dependências de combustíveis fosseis, dando um sinal claro no caminho do melhor aproveitamento dos recursos endógenos, mas sempre com equilíbrio ambiental”, defende Marco Costa.

“As políticas propostas pelo novo Executivo açoriano exigem instrumentos de Ordenamento do Território e de Proteção dos Recursos Naturais atuais, acessíveis, rigorosos, ao serviço dos agentes económicos, das autarquias e da população, pelo que se destaca também a criação da Direção Regional do Ordenamento do Território e Recursos Hídricos”, disse também o social democrata.

Marco Costa destacou ainda a intenção da realização de Estudos da Capacidade de Carga das Áreas Protegidas e a Carta de Desporto Natureza, não deixando de realçar “a aposta clara que é dada ao conhecimento científico, elegendo a Universidade dos Açores como parceiro privilegiado à atuação e decisão, que nos dá a homologação que o caminho traçado é o mais correto”, concluiu.

PSD/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.