NACIONAIS

PORTUGAL | Desempenho dos alunos do ensino básico revela uma melhoria global

Sala de aulas
118views

O desempenho dos alunos do ensino básico revela uma melhoria global, que abrange a maioria dos domínios curriculares aferidos, sendo que as variações (2019-2022), em vários desses domínios, indiciam uma tendência de recuperação das aprendizagens.

Esta é uma das conclusões do Relatório das Provas de Aferição de 2022, que já está disponível para consulta.

Ao nível da matemática do 5.º ano os resultados acompanham genericamente a evolução, mas mantêm uma percentagem de desempenho esperado «baixa». Na prova de 2.º ano verifica-se uma melhoria dos vários subdomínios da Matemática e resultados mais baixos na organização e tratamento de dados.

Os dados das provas performativas mantêm resultados em linha com os anos anteriores.

Na desagregação por NUTS III, verifica-se que as regiões Norte e Centro apresentam de novo os melhores resultados por domínios, sendo acompanhadas pela Área Metropolitana de Lisboa nos resultados a Português do 8.º ano.

Provas de aferição

Recorde-se que as Provas de Aferição constituem um de vários instrumentos que têm vindo a ser desenvolvidos pelo Ministério da Educação para a monitorização da recuperação das aprendizagens.

Estes dados devem ser analisados na sua complexidade, em conjunto com os dados recolhidos no âmbito da avaliação interna das escolas, dos restantes instrumentos de avaliação externa das aprendizagens e dos estudos internacionais em que Portugal participa.

As Provas de Aferição, por conterem dados desagregados e qualitativos, têm permitido que as escolas adotem, em função da análise dos resultados, estratégias próprias para o acompanhamento dos alunos.

Todo este trabalho tem sido apoiado pelo IAVE, através do projeto PAR e da publicação do GPS – Guia de Práticas e Sugestões, que introduzem sugestões de intervenção em função dos resultados obtidos.

P/GOV/PT/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.