NACIONAIS

PORTUGAL | 100 milhões de euros para as empresas e uma agenda para atrair e qualificar pessoas para o turismo

Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda
114views

O Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, afirmou que o Governo irá disponibilizar 70 milhões de euros, a fundo perdido, até ao final de 2022, no âmbito do programa Apoiar .

Será também criada uma nova linha: Linha Consolidar + Turismo, com uma dotação de 30 milhões de euros, direcionada às micro e pequenas empresas do setor que apresentem dificuldades em gerir divida contraída, designadamente durante a pandemia, a ser apresentada nos primeiros dias de janeiro de 2023.

Nuno Fazenda falava no Congresso Nacional da APAVT – Associação Portuguesa dos Agentes de Viagem e Turismo, que decorre em Ponta Delgada, nos Açores, até ao próximo dia 11 de dezembro.

Para o Secretário de Estado, «ambas as medidas – com uma dotação global de 100 milhões de euros – são muito importantes e dão resposta às reivindicações do setor».

Nuno Fazenda destacou ainda «uma vincada prioridade dedicada às pessoas», nomeadamente a construção de uma Agenda para a atração e qualificação de talento.

«A importância desta medida justifica-se pelo facto de uma das principais dificuldades com que as empresas se deparam ser a falta de pessoas e de mão de obra qualificada», referiu.

O Secretário de Estado deu também a conhecer as linhas gerais da sua ação: pessoas, empresas, território e coesão territorial, transição gémea – verde e digital – e o reforço da afirmação de Portugal no mundo.

P/GOV/PT/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.