REGIONAL

Plano e Orçamento para 2021 integra, na Agricultura, ação sobre a economia circular

| Fotos: MM |
23views

Na proposta de Plano e Orçamento de 2021 foi inscrita, para a área da Agricultura, uma ação sobre a economia circular, a desenvolver durante a presente legislatura, valoriza o Secretário do Governo dos Açores com a tutela, António Ventura.

Com esta ação, indica a Secretaria da Agricultura e Desenvolvimento Rural, pretende-se com estudar e identificar oportunidades de negócio dentro do agrorural e na diversificação das fontes de rendimento das explorações agropecuárias.

A economia circular caracteriza-se por uma maior durabilidade dos recursos, pois permite recuperar, refazer, renovar, reutilizar e reciclar, em vez do tradicional modelo de extrair – fabricar – consumir – deitar fora, designado por economia linear.

Na chamada economia circular, os recursos mantêm-se por muito mais tempo na economia e voltam a gerar valor, o que representa um grande benefício para o presente e, principalmente, para o futuro.

“Por outras palavras, tudo o que deitamos fora poderá ser novamente utilizado para outro fim. Este é o novo desafio da humanidade – utilizar os nossos recursos naturais, que são finitos, de uma forma mais inteligente e sustentável”, sublinha António Ventura.

Genericamente, existem áreas alvo da economia circular, principalmente nos resíduos provenientes dos agroalimentos e sua transformação, resíduos da madeira, resíduos dos matadouros e outros subprodutos da agricultura,

No âmbito dos próximos fundos comunitário, a economia circular terá ‘porta aberta’ para receber candidaturas ao coinvestimento nos Açores. Esta é uma temática que se insere no conceito de sustentabilidade do desenvolvimento rural.

A economia circular é, assim, uma nova oportunidade para a criatividade e a iniciativa pessoal e, com isso, para a criação de empresas e postos de trabalho, fundamentais para a nossa economia, num momento em que precisamos recuperar dos efeitos prolongados da pandemia de covid-19.

Novas possibilidades de negócio podem ocorrer nos Açores, com a consequente criação de emprego, especialmente na área dos subprodutos agrícolas.

A utilização da economia circular permite ainda reduzir as importações, melhorar o ambiente e diminuir a pressão sobre os nossos recursos endógenos.

Além disso, a economia circular pode ajudar na fixação de jovens, contribuindo para combate ao maior drama nos Açores neste momento, que é o despovoamento e envelhecimento da população.

GA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.