NACIONAIS

LISBOA | Primeiro-Ministro presidiu à cerimónia da entrega de espadas a 27 novos oficiais da GNR

Primeiro-Ministro, António Costa, e Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, na cerimónia de entrega de espadas a 27 novos oficiais da GNR, Lisboa, 3 outubro 2022
125views

O Primeiro-Ministro, António Costa, presidiu à cerimónia de entrega de espadas a 27 novos oficiais da Guarda Nacional Republicana (GNR), que formaliza a entrada dos jovens alferes no quadro permanente desta força de segurança.

O Primeiro-Ministro esteve acompanhado pelo Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, na cerimónia que decorreu  nas ruínas do Convento do Carmo, em Lisboa. 

António Costa não interveio na cerimónia mas fez questão de saudar a GNR numa mensagem da sua conta oficial da rede social Twitter, referindo que «foi uma honra presidir à cerimónia de entrega das espadas aos oficiais que, terminada a sua formação na Academia Militar, ingressam nos quadros da GNR». 

Deu ainda os parabéns «a todos os novos oficiais os meus parabéns pelo início de uma etapa tão importante das suas vidas profissionais».

«A presença nesta cerimónia plena de simbolismo demonstra a total confiança do Governo num percurso de décadas que, dentro de aproximadamente um ano, culminará com a transição do comando superior da GNR para os oficiais generais que nela fizeram todo o seu percurso profissional», escreveu ainda.

José Luís Carneiro, por sua vez, saudou o compromisso destes jovens militares, afirmando que o seu «papel, responsabilidade e contributo futuro para a ação da GNR será imenso».

«O facto desta cerimónia se realizar no quartel do Carmo, local onde estão inscritas tantas e das mais importantes marcas da história de Portugal permite reforçar a mensagem de que, para as portuguesas e para os portugueses, a GNR foi no passado, é no presente e continuará a ser no futuro uma instituição exemplar», afirmou.

Dos 27 oficiais que passam agora a integrar o quadro permanente da GNR, 17 são mestres em Ciências Militares, cinco em Administração Militar, dois em Engenharia Militar e uma em Engenharia Farmacêutica.

No final da cerimónia, os 27 oficiais prestaram, pela primeira vez com as novas espadas, continência ao Estandarte Nacional da GNR, enquanto se ouvia o hino nacional.

P/GOV/PT/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.