REGIONAL

Liberais apresentam pelo círculo da ilha Terceira “uma candidatura de propostas concretas, gente competente e acima de tudo uma mudança de paradigma”

170views

O Mandatário da candidatura, Ruben Barbeito, esteve esta sexta-feira (11 de setembro), no Tribunal de Angra do Heroísmo a entregar os documentos de candidatura, acompanhado do cabeça-de-lista, José Luís Parreira, e de outros candidatos, formalizando assim a primeira candidatura do partido Iniciativa Liberal em eleições Regionais.
O partido Iniciativa Liberal apresenta-se às Eleições Regionais dos Açores com propostas concretas e corajosas. Entre as quais o cabeça de lista, José Luís Parreira, destacou 3: a concessão da gestão dos portos à iniciativa privada por concurso público internacional, “para que os privados em concorrência e na perseguição dos seus objetivos individuais, pratiquem tarifários mais competitivos, atraindo negócios que dinamizem a economia das ilhas”; a criação de um mercado livre de energia, implementando leilões de oferta de energia (pool), “porque apesar da EDA não ter o monopólio da produção é como se tivesse, pois é ela que decide quem e quando entra na rede. Isso desencoraja o investimento em energias renováveis e a autossuficiência energética das famílias e das empresas. E, além disso, não havendo concorrência, o preço da energia não baixa, apesar da geotermia ter permitido diminuir os custos de produção”; e, por fim, a criação das USF (Unidades de Saúde Familiar) do tipo C para a prestação de cuidados primários, “a fim de permitir aos utentes escolherem o seu médico de família. As USF são grupos de médicos de família, enfermeiros, secretários clínicos e, eventualmente, um fisioterapeuta, que se associam voluntariamente e concorrem umas com as outras, recebendo um financiamento por utente e por objetivos. E é essa possibilidade de mudar de médico/ equipa que estimula as equipas a reunirem as pessoas mais competentes e a terem horários mais flexíveis.”

O estudante de engenharia aeroespacial definiu ainda o que distingue esta candidatura das restantes: “Não estamos na política para fazer ainda mais promessas, mas sim para emagrecer o governo, baixar impostos e deixar as pessoas fazerem a sua vida com Liberdade e Responsabilidade. Trata-se de substituir ordens do topo por incentivos da base, premiando o mérito em detrimento do amiguismo.”

José Luís Parreira acrescenta que “em democracia, as pessoas têm aquilo que merecem e que no dia 25 de outubro terão a oportunidade de eleger um deputado com bons argumentose uma visão diferente, se quiserem pressionar o sistema a mudar para melhor. Este modelo de governação é insustentável, porque cria dívida ao invés de criar emprego. E com o rebentar da dívida virá o fim da tão estimada autonomia, pois alguém de fora virá colocar as contas em ordem.”

EFECTIVOS:
1o José Luís Pires Parreira
2o Orlando Manuel Rodrigues Fontes
3o Joana da Costa Lima
4o José Maria Garcia do Couto
5o Paulo Alexandre da Silva Borges
6o Maria Goreti Almeida da Costa Batista
7o Tiago Soares Mourão Silveira Monjardino
8o Tiago Pereira Rocha
9o Beatriz Tavares de Quadros Marçal
10o Susana Vanessa Pereira do Nascimento Teixeira Cardoso

SUPLENTES:

1o Alexandre Pamplona Ramos de Oliveira Pontes
2o João Artur Costa Lima
3o Matilde Quadros da Silva
4o Renato Miguel Melo Ormonde
5o Almerindo José de Melo Ázera
6o Ana Vasconcelos Martins

MANDATÁRIO:
Ruben Marco Pereira Barbeito

IL/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.