REGIONAL

Governo dos Açores reforça investimento em caminhos agrícolas em toda a Região na atual legislatura

413views

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou hoje o reforço do investimento público que o Governo dos Açores está a fazer em matéria de caminhos agrícolas em toda a Região nesta legislatura, que contribui diretamente para o desenvolvimento do setor e para a redução dos custos de produção.

“O Governo dos Açores, aproveitando os fundos comunitários, vai investir, na presente legislatura, em caminhos agrícolas na ilha de São Miguel cerca de seis milhões de euros, o que representa mais 66% do que aquilo que foi investido na anterior legislatura”, afirmou João Ponte, acrescentando que, em termos regionais, o investimento em caminhos agrícola duplicou, passando de 7,3 para 14,5 milhões de euros.

O titular da pasta da Agricultura falava na cerimónia de assinatura do contrato de beneficiação do caminho agrícola da Lomba da Cruz, na freguesia de Santo António, concelho de Ponta Delgada, que representa um investimento da responsabilidade da IROA superior a 167 mil euros.

João Ponte salientou que o Governo dos Açores tem trabalhado para dar melhores condições aos agricultores, para desenvolver a agricultura e, sobretudo, para inspirar confiança no futuro do setor.

“Apesar das respostas que têm sido dadas e que vão continuar a ser dadas às situações de emergência, o Governo dos Açores mantém o investimento em projetos estruturantes para o futuro, designadamente ao nível de caminhos, abastecimento de água e eletrificação das explorações, para dar cada vez melhores condições de trabalho aos agricultores”, disse João Ponte.

O governante, que considerou que “os momentos muito exigentes e desafiantes que atravessamos precisam de sinais de esperança e de confiança, sendo esta obra em Santo António um exemplo disso mesmo”, afirmou que o Governo dos Açores tem consciência que existe ainda um caminho a trilhar em termos de melhoria das infraestruturas agrícolas, apesar do muito que já foi feito.

João Ponte advertiu, no entanto, que os investimentos a realizar, tirando partido dos fundos comunitários, devem ser sempre avaliados com bom senso e definindo prioridades, tendo em conta o seu impacto no dia a dia dos agricultores, porque os recursos financeiros não são inesgotáveis.

A intervenção no caminho agrícola da Lomba da Cruz, numa extensão de cerca de um quilómetro, vai beneficiar quase duas dezenas de explorações agrícolas localizadas no Perímetro de Ordenamento Agrário (POA) da Bacia Leiteira de Ponta Delgada.

FONTE: GaCS/RM

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.