REGIONAL

Governo dos Açores homenageia Equipa de Resgate da Montanha do Pico pela “disponibilidade e empenho que sempre tem demonstrado”

| Fotos: GaCS/DRA |
138views

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo destacou a importância da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Madalena e da Equipa de Resgate da Montanha do Pico pela “disponibilidade e empenho que sempre têm demonstrado”, num trabalho de “respeito e “confiança”.

“Ao longo destes anos, foram mais de três dezenas aqueles que integraram as Equipas de Resgate da Montanha do Pico”, salientou Marta Guerreiro, acrescentando que, apesar de nem todos serem bombeiros, todos, sem exceção, “são cidadãos abnegados, que fazem da solidariedade o seu lema de vida”.

Segundo a governante, “o seu compromisso com os outros e com a comunidade não podia deixar de ser destacado e perpetuado”, motivo pelo qual se lançou o desafio a Paulo Henrique Silva para registar esta realidade em documentário, cuja estreia decorreu quinta-feira, na cerimónia de homenagem à Equipa de Resgate da Montanha do Pico.

“Fazemos questão de os distinguir e homenagear com a plena consciência de que eles ilustram, de uma forma muito particular e expressiva, a solidariedade e afabilidade que corre no sangue e na alma das gentes do Pico”, reforçou Marta Guerreiro, que falava nesta cerimónia.

“Os reconhecimentos coletivos e individuais que hoje promovemos não são meros atos simbólicos e de oportunidade formal”, afirmou a titular da pasta do Ambiente, frisando que “este momento é, antes, o testemunho efetivo da confiança e respeito que nutrimos, e fazemos questão de expressar publicamente, perante o desempenho extraordinariamente relevante que os Bombeiros da Madalena e a Equipa de Resgate assumem no âmbito da sua muito difícil, mas extremamente relevante, missão em prol da segurança dos visitantes na Reserva Natural da Montanha do Pico”.

A existência e preparação técnica de uma Equipa de Resgate devidamente capacitada e equipada para o desenvolvimento de ações de busca e salvamento ou de socorro na Reserva Natural da Montanha do Pico, bem como a gestão do sistema de rastreio de visitantes fora dos períodos de funcionamento da Casa da Montanha, continua a ser assegurada pelos Bombeiros Voluntários da Madalena, no âmbito do acordo de colaboração celebrado com a Direção Regional do Ambiente.

“Esta é uma parceria que assume uma grande importância na qualificação da oferta em matéria de animação ambiental e turística”, assegurando os meios necessários para a constituição de “uma equipa altamente especializada e capacitada para o desenvolvimento de ações de resgate em condições complexas e, por vezes, extremamente difíceis”.

A Secretária Regional adiantou que, ainda este ano, se investiu na melhoria das condições oferecidas, incluindo a respetiva uniformização e a cedência de uma viatura, que será entregue nos próximos dias, com “a consciência que nada do que possamos fazer na preparação e capacitação desta Equipa de Resgate alguma vez retribui o trabalho e a garantia de segurança que a sua existência confere a todos os que sobem a Montanha do Pico”.

A Montanha do Pico tem vindo, de ano para ano, a ser procurada por um crescente número de visitantes, tendo recebido, no final de 2019, mais de 20 mil pessoas.

“O aumento da procura tem também sido acompanhado de uma maior distribuição ao longo dos meses do ano, evidenciando uma quebra da sazonalidade da subida à Montanha”, referiu a Secretária Regional.

Marta Guerreiro lembrou o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Executivo açoriano com o objetivo de melhorar as condições de acesso à Montanha do Pico.

“Destaco as obras de beneficiação das instalações da Casa da Montanha, nomeadamente a área de estacionamento de viaturas e a criação de uma zona de apoio na descida, separando os fluxos de início e conclusão da escalada, num investimento global superior a 600 mil euros, mas também o estabelecido de limites diários de subidas e de pernoitas na cratera, o progressivo alargamento do período de funcionamento da Casa da Montanha e a criação de condições para a subida com recurso a serviços prestados por Guias da Montanha”, afirmou Marta Guerreiro.

GaCS/HMB/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.