REGIONAL

FORJAGRI- Governo dos Açores abre na próxima semana candidaturas a apoio à formação de jovens agricultores (c/áudio)

108views

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas revelou hoje que têm início na próxima semana as candidaturas ao Programa de Apoio à Formação de Jovens Agricultores (FORJAGRI), que permite comparticipar despesas relacionadas com o reforço de competências e conhecimentos profissionais de quem está a iniciar o seu percurso no setor agrícola.

“Estamos em condições de lançar na próxima semana a primeira medida no âmbito do programa Jovem Agricultor, designada por FORJAGRI, que permite atribuir aos jovens agricultores um apoio a fundo perdido de 50%, que corresponde até ao valor máximo de 1.000 euros, para comparticipar despesas com a formação”, afirmou João Ponte, que falava no final de uma reunião com a Direção da Associação de Jovens Agricultores Micaelenses.

O governante adiantou que, brevemente, será também lançada outra medida de apoio no âmbito do programa Jovem Agricultor, que se prende com um apoio complementar regional ao prémio do PRORURAL+ relativo à primeira instalação de jovens agricultores.

“Poderão beneficiar desta ajuda regional todos os jovens que se instalaram no setor nos últimos cinco anos”, adiantou João Ponte, acrescentando que a ajuda regional tem um valor máximo de 3.000 euros anuais, que será atribuída em função do volume de negócios das explorações.

No atual quadro comunitário entraram para o setor agrícola nos Açores 242 jovens, cujas candidaturas relativas à primeira instalação foram apoiadas.

O Secretário Regional frisou que, na atual legislatura, foram dados passos significativos ao nível da promoção do rejuvenescimento do setor e da atração de mais jovens para a agricultura, salientando que o programa Jovem Agricultor é um bom exemplo disso, já que contempla várias medidas de apoio específicas à inovação, à modernização e à formação.

“Além destas medidas que vamos agora lançar existem outras previstas, ao nível de bonificações e majorações, mas que implicam alterações de decretos legislativos regionais existentes, o que só irá ocorrer na próxima legislatura”, referiu João Ponte.

GaCS/RM/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.