REGIONAL

FAIAL- CDU entrega lista ao círculo eleitoral da ilha

243views

A CDU procedeu hoje, 11 de setembro, à entrega da lista dos seus candidatos pelo círculo eleitoral da ilha do Faial às eleições para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, de 25 de outubro próximo. Para além da cabeça de lista Paula Decq Mota, acompanhada por outros candidatos, marcou também presença o mandatário Carlos Fraião, advogado de profissão.

Pretendendo ser um espelho dos mais variados setores de atividades, a lista da CDU candidata ao Faial é encabeçada por Paula Decq Mota (42 anos, professora), seguida de André da Costa Goulart (27 anos, auxiliar de Secretário), Maria Alvarina Céu (51 anos, empresária agrícola) e José Fernandes (64 anos, militar reformado). Quanto aos candidatos suplentes, a lista é completa com Petra Besugo (36 anos, ajudante de Lar e Centro de Dia), Márcio Filipe (40 anos, assistente operacional), Alda Leitão (58 anos, assistente técnica), Rui Castelo (45 anos, guarda prisional), Ana Paula Decq Mota (45 anos, professora), José Barata ( 61 anos, médico), Elisabete Melo (40 anos, marinheira de 2.ª classe) e Bruno Escobar (30 anos, empregado de mesa/balcão). Para a CDU Faial ao longo das próximas décadas iremos enfrentar mudanças sociais, económicas e ambientais, no mínimo, desafiantes. O caminho que vem a ser seguido apenas nos conseguiu conduzir a menos capacidade de autossuficiência alimentar, a um tecido empresarial mais frágil, a trabalhos mais instáveis, ao paulatino desaparecimento da produção e diversificação cultural regional e à retirada de esperança nos atores políticos e no sistema democrático. Acredita a candidatura que a saúde e a educação na ilha do Faial conheceram evoluções em termos imóveis, mas poucas ao nível justiça social e de condições dadas aos trabalhadores. Continua por concretizar o pagamento justo a estes profissionais, independente da carreira onde se integram, e a atribuição de meios materiais que lhes permitam fazer o seu trabalho com condições capazes.

Defende a CDU que nos próximos anos precisamos de sinais óbvios de que a ilha não será esquecida nem deixada para trás. Por isso a construção das áreas de segurança da pista do aeroporto da Horta se assumem como prioritárias sob pena de sermos relegados para uma posição demeritória do nosso real valor e do nosso potencial.
“A força do Faial será tão maior quanto a força daqueles que realmente os defendem, a força dos açorianos será maior no Parlamento regional com a eleição de mais deputados da CDU” seja por círculos eleitorais de ilha seja pelo círculo de compensação, acredita Paula Decq Mota. Sem o aumento do número de votos na CDU e sem o reforço da sua capacidade de intervenção parlamentar a defesa dos direitos do povo trabalhador dos Açores sairá prejudicada. A lista apresentada possuí pessoas interessadas pela sua ilha e pela sua região, pessoas inconformadas com o rumo levado a cabo na condução dos destinos dos Açores.

CDU/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.