REGIONAL

“É tempo de agir no Pilar Social”, considera Vasco Cordeiro

367views

O Presidente do Partido Socialista dos Açores e 1º Vice-Presidente do Comité das Regiões, Vasco Cordeiro, participou, esta quinta-feira, na conferência “From Gothenburg to Porto: The Road to Social Europe – Social Progress and Wellbeing for All by 2030”, um encontro organizado pelo Partido Socialista Europeu e o Grupo dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu, no qual o antigo Presidente do Governo dos Açores enalteceu a resposta das entidades locais e regionais ao desafio de ajudar a construir uma Europa mais social.

Intervindo no painel “Tempo para uma Recuperação Justa”, ao lado do Ministro do Trabalho e Assuntos Sociais da Alemanha, Hubertus Heil, do Ministro do Trabalho e Políticas Sociais de Itália, Andrea Orlando, da Vice-Presidente do Parlamento Europeu, Heléne Fritzon, e do Secretário-Geral da Fundação Solidar, Mikael Leyi, Vasco Cordeiro destacou a importância da realização deste encontro na cidade do Porto, em véspera da Cimeira Social, considerando ser essencial, sobretudo, “no momento em que já se começa a pensar na recuperação face à crise de Covid-19”.

Defendendo, na ocasião, que uma recuperação justa passa pelas pessoas, o líder do PS/Açores referiu a crise financeira para salientar ser o melhor exemplo “daquilo que não deve ser uma recuperação nesta crise”.

Para Vasco Cordeiro, e no atual contexto, “a ênfase tem de ser colocada num conjunto essencial de políticas que se ligam diretamente à dignidade da pessoa, que se ligam àquilo que a pessoa tem a esperar do projeto europeu e da atuação de qualquer uma das entidades que com elas se relacionem”, sendo disso exemplo as entidades locais e regionais.

“Uma recuperação que passe por dizer, por exemplo, do ponto de vista económico nós temos um problema que é o custo do trabalho, não é uma recuperação justa, ou uma recuperação na qual estejamos confrontados com a situação de que o custo das pensões é demasiado elevado, não é uma recuperação justa, ou ainda que os serviços públicos precisam de ser cortados, não é uma recuperação justa, porque o critério essencial tem de ser colocado exatamente na pessoa”, defendeu o socialista.

Para Vasco Cordeiro, e dando expressão ao mote da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, não há tempo a perder, “quer pelas circunstâncias que derivam do tempo que levou de Gotemburgo até agora, quer pela emergência da recuperação face à crise de Covid-19”, deixando, por isso, uma mensagem clara ao poder europeu, nacional, regional e local: “It’s time to deliver in the social pillar”.

Para além desta iniciativa dos socialistas europeus, Vasco Cordeiro participa hoje, sexta-feira, na conferência de alto-nível da Cimeira Social do Porto (Porto Social Summit) que pretende reforçar o compromisso com a implementação do Plano de Ação do Pilar Europeu dos Direitos Sociais, intervindo no painel relativo ao “Trabalho e Emprego”.

PS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.