REGIONAL

Deputado José Pacheco, do CHEGA/AÇORES, defende que Professores precisam de dignidade e estabilidade

339views

O Deputado do CHEGA, José Pacheco, defendeu ontem na Assembleia Legislativa Regional que é necessário dar à classe docente dos Açores estabilidade e dignidade.

Intervindo na sessão plenária que decorre na cidade da Horta, durante a discussão da quarta alteração ao Regulamento de Concurso do Pessoal Docente da Educação Pré-Escolar e dos Ensinos Básico e Secundário, o parlamentar disse defender “uma sociedade justa, instruída e culta”, frisando que este papel está nas mãos dos professores que são “os soldados da linha da frente”.

Para o deputado, “24 anos depois, finalmente, há coragem para dar um passo em frente pela dignificação e estabilidade da classe docente na Região”, chamando a atenção que “infelizmente, quando se fala de professores, a imagem que nos vem logo à memória é que se trata de uma profissão instável, mas que não devia ser assim”, comenta.
Para o CHEGA a proposta em discussão na ALRAA vem criar estabilidade e dar dignidade àqueles que são a linha da frente no combate à ignorância porque “quando cultivamos a ignorância, a precariedade e a instabilidade não estamos a construir, mas sim a destruir”, frisou.

José Pacheco defende que é preciso que agora este plano dê certo, garantindo que o CHEGA estará ao lado de todos os professores e de quem os defender porque não se pode continuar a ter professores nas escolas a realizarem trabalho burocrático, do mesmo modo que não se pode continuar a assistir à desautorização que muitos dos docentes sofreram quando tiveram que rever notas de alunos apenas por uma questão de estatísticas.

“A dignificação de um professor é um pilar de uma sociedade e se vamos dar esse passo que se dê com firmeza e usando as ferramentas necessárias para que, finalmente, se ande em frente pela dignificação e estabilização da classe docente”, afirmou o deputado do CHEGA.

CHEGA/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.