REGIONAL

Deputado João Vasco Costa alerta para retrocesso nas acessibilidades a Santa Maria

21views

“As alterações nas ligações aéreas, quer para o exterior quer interilhas, numa altura em que já se sabe que não haverá ligações marítimas de passageiros no Verão, representam um retrocesso nas acessibilidades a Santa Maria”, alerta João Vasco Costa, considerando “que não é aceitável obrigar os marienses a escalas de 10 horas, quando, como se viu no passado, há alternativa para evitar isso”.

O deputado do PS/Açores, confirma que “neste momento não é possível fazer viagem de Santa Maria para o Porto, em nenhum dia da semana de forma seguida, como acontecia anteriormente, em que a ligação era garantida às segundas e quartas-feiras. Agora um mariense que precise de se deslocar ao Porto, terá de sair da ilha às 7horas e 25 minutos e só deverá chegar ao seu destino pelas 21horas e 15minutos. A situação agravar-se-á ainda mais quando essa ligação obrigar a que a deslocação dure mais do que um dia, como consta dos novos horários”.

João Vasco Costa recorda que também “o Conselho de Ilha de Santa Maria já manifestou a sua preocupação com o problema”. Reitera que “a mobilidade dos Marienses se reveste de primordial importância, sobretudo por se tratar de uma ilha com muito maiores limitações no acesso a cuidados de saúde”.

Considerando que as opções “consubstanciam uma alteração substancial e para pior, relativamente ao que se passou nos últimos anos durante os governos do PS e penalizam de forma desproporcional os Marienses”, os deputados socialistas eleitos por Santa Maria entregaram já um requerimento no Parlamento Açoriano a pedir esclarecimentos ao executivo.

Em concreto, adiantou João Vasco Costa, os deputados pretendem saber “qual a ideia que este Governo tem para ultrapassar estes constrangimentos, designadamente, se prevê na ausência de ligações marítimas de passageiros, o incremento de ligações aéreas de e para Santa Maria, e se sim, em que moldes e horário que assegurem ligações condignas com o exterior e com as outras ilhas?”.

A possibilidade “de se repor a ligação entre Santa Maria e o Porto, às segundas e quartas-feiras, para assegurar uma ligação com escala curta, antes de dia 16 de junho”, é outra das questões colocadas. “Por que razão não se compatibiliza na segunda-feira, a ligação entre Santa Maria e Ponta Delgada com a ligação entre Ponta Delgada e o Porto – como acontecia antes?”, é outra das dúvidas que os marienses colocam, tendo em conta que esta última ligação só deixou de ser possível porque “a Azores Airlines antecipou a ligação ao Porto, em uma hora, impedindo que o acesso aos passageiros provenientes de Santa Maria”.

GPPS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.