REGIONAL

Continua esquecida a internacionalização dos agroalimentos açorianos

158views

António Ventura criticou hoje o “esquecimento” do Governo da República e do Governo Regional sobre a internacionalização dos agroalimentos açorianos, “uma proposta aprovada há dois anos e de não se conhece qualquer seguimento”, adiantou.

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República recordou que a iniciativa social democrata, aprovada por unanimidade, visava “que ambos os governos procurassem novos mercados para os produtos agroalimentares açorianos”.

“Tratava-se de um plano de internacionalização dos nossos agroalimentos, do qual nada se sabe ao nível das suas ações e medidas”, refere, lamentado que assim seja, “logo agora que o mesmo era tão necessário para ajudar a recuperar a economia dos Açores”, considerou.

“As consequências sociais e económicas da pandemia da Covid-19 não se fizeram esperar, pelo que voltamos a querer informações sobre essa iniciativa, porque os Açores merecem um plano próprio”, acrescenta António Ventura.

“Não podemos esquecer que a nossa agropecuária representa cerca de 32% da produção de leite nacional e 50% do queijo. E aproximadamente 80% da produção açoriana de lácteos é expedida, principalmente, para o continente português”, referiu, como exemplo.

António Ventura lembra igualmente que “a produção de leite e a sua transformação constituem um dos principais alicerces da economia regional, suportando o surgimento de outras atividades económicas e permitindo atividades de complemento de rendimento a muitas famílias”.

“Os Açores produzem cinco vezes mais leite do que o que consomem, o que justifica a existência de uma consistente política de transportes e de prospeção de mercados”, considera, realçando que “qualquer estratégia para os agroalimentos açorianos depende, em muito, da sua comercialização exterior, pela afirmação dos mercados existentes e por uma contínua procura de novos mercados”, concluiu.

FONTE:PSD/AÇORES

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.