REGIONAL

CDS acusa executivo municipal da Praia da Vitória de sacudir para debaixo do tapete problemas ambientais

49views

O eleito do CDS-PP à Assembleia Municipal da Praia da Vitória, Pedro Pinto, questionou o Presidente da Câmara sobre a situação ambiental da frente mar e sobre as condições de segurança para os banhistas no município.
No âmbito da apresentação das bandeiras azuis do concelho, o deputado municipal Pedro Pinto confrontou o Presidente da Câmara com a existência de um forte odor a esgoto na frente mar da ,Praia da Vitória, cartão de visita do município, referindo que o odor se sente quando chove e é mais intenso na zona dos bares e circundante da marina. Pedro Pinto perguntou também qual a segurança para os banhistas da praia grande em termos de qualidade da água.

Em resposta ao Presidente da Câmara, que disse que iria solicitar aos serviços técnicos da Câmara Municipal da Praia da Vitória que averiguassem a situação, o deputado do CDS declarou que “não há necessidade de solicitar qualquer estudo técnico, pois qualquer pessoa dirigindo-se à marina vê perfeitamente um tubo de grande diâmetro a desembocar ao lado da rampa de varagem e um outro tubo de menor calibre, suspenso por bóias, a desaguar no meio da bacia da marina”. “O CDS denunciou esta situação por diversas vezes no passado”, recordou Pedro Pinto.

O CDS considera que, ao permitir a existência de dois tubos de esgoto a drenar para o interior da bacia da marina, “a Câmara da Praia da Vitória insiste em sacudir para debaixo do tapete os problemas ambientais e coloca em risco a saúde dos banhistas”.

FONTE: CDS/GC/MM

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.