REGIONAL

Câmara reduz taxas na construção civil para apoiar sector e economia local

22views

06/05/2020 16:07 em Regional
A Câmara Municipal de Ponta Delgada aprovou hoje a redução de taxas urbanísticas relativas ao sector da construção civil. O objetivo é apoiar o sector e, consequentemente, a economia local na sequência da situação de crise gerada pela pandemia Covid-19.

A medida apresentada pelo executivo presidido por Humberto Melo foi hoje aprovada, por unanimidade, em reunião de Câmara. O combate à pandemia COVID-19 implicou a adoção de medidas de isolamento social com graves consequências sociais e económicas. Uma situação que exige ao Município de Ponta Delgada um esforço acrescido para mitigar os efeitos sociais e económicos decorrentes do isolamento social, bem como para apoiar o relançamento da economia, logo que este seja possível.

O Município considera que o sector da construção é de grande importância na economia dos Açores e de Ponta Delgada, não só pelo peso que lhe é próprio como ainda pela forma como estrutura os demais sectores da economia. Neste sentido, a Câmara deliberou propor à Assembleia Municipal, para todo o concelho e até ao final do ano civil de 2020, a isenção em 30% das das taxas de compensação previstas no Regulamento Municipal de Urbanização, Edificação e Taxas do Município de Ponta Delgada, nas operações de loteamento e operações urbanísticas de impacto semelhante a um loteamento, quando não integradas no programa REVIVA.

Também sofrem uma redução de 30% as taxas devidas pela realização, reforço e manutenção de infraestruturas urbanísticas. A isenção em 50% será para a taxa devida pela ocupação da via com resguardos e tapumes, para a realização das operações urbanísticas referidas nas alíneas anteriores.

FONTE: CM PONTA DELGADA

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.