NACIONAIS

ATUALIDADE | Portugal em situação de contingência até domingo

225views

O Governo vai prolongar, até 17 de julho (domingo), a situação de contingência em Portugal, devido aos incêndios.

A decisão foi comunicada durante um briefing do Primeiro-Ministro, António Costa, com o presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e onde esteve também o Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

Numa declaração à comunicação social, após a reunião, em Lisboa, o Primeiro-Ministro afirmou que «as previsões meteorológicas apontam para que hoje tenhamos o dia mais grave do ponto de vista do aumento das temperaturas, com crescimento do vento de leste e baixos níveis de humidade».

«Hoje é o dia em precisamos de mais cuidado do que nunca para evitar que haja novas ocorrências e quarta-feira já foi um dia muito duro, com mais de 200 ocorrências de fogos rurais», referiu António Costa.

O Primeiro-Ministro disse também que «mais do que nunca, cada um dos cidadãos tem de ter extremo cuidado para evitar que, por descuido, se provoque um incêndio. A generalidade dos incêndios está a surgir muito próximo das localidades, ou seja, muito próximo de onde está o ser humano».

António Costa frisou que a severidade da situação não acabará na próxima semana e advertiu:

«Até podemos deixar de estar no estado de contingência, mas não passamos passar ao estado de despreocupação. Vamos continuar a registar temperaturas muito elevadas na próxima semana. A acumulação deste período crítico, em primeiro lugar do ponto de vista climático, tem consequências no risco de incêndio, aumentando a secura e reduzindo a humidade ao nível do solo».

O Primeiro-Ministro destacou ainda o trabalho dos bombeiros e dos outros agentes que estão no terreno e nos quais já se verifica um desgaste e cansaço acumulados.

P/GOV/PT/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.