REGIONAL

ATUALIDADE – Azores Fringe Festival bombardeando as redes sociais

154views

A moldura foi criada por José Miguel Silva, um colaborador da MiratecArts já há vários anos, e a rede social Facebook tem visto a mudança de fotografias de perfis, como nunca antes, apoiando o Azores Fringe, o festival internacional de artes que tem como mote “uma explosão artística dos Açores para o mundo”.

Para participar nesta onda de apoio e continuar a bombardear a rede social, onde mais artistas açorianos se encontram, basta clicar em mudar a sua foto de perfil, e depois escolher a função de molduras e pesquisar #azoresfringefestival2021.

Escritores, músicos, escultores, cineastas, ilustradores, cantores, bailarinos, contadores de histórias, atores, radialistas, jornalistas, artesãos e artesãs, seus apoiantes e apreciadores juntam-se ao movimento Fringe, onde artistas apoiam artistas. Azores Fringe Festival faz parte da rede do World Fringe, onde cerca de 300 festivais de arte acontecem no mundo. Tudo começou em 1947 com o Edinburgh Fringe, hoje mais conhecido apenas por EdFringe, a mãe de todos os festivais.

A nona edição do Azores Fringe arrancou na terça-feira, 1 de junho, e até ao dia 27 deste mês apresenta mais de 200 artistas das nove ilhas e ainda além do arquipélago.

“Entre apresentações que já nos habituamos para as aberturas de eventos, houve mostra de arte, momentos musicais, poesia, vinho e queijo do Pico,” diz Terry Costa, fundador do Azores Fringe, que tem presença nas 9 ilhas dos Açores, enquanto seu epicentro continua a ser a ilha sede da associação MiratecArts, o Pico, e sua abertura foi de portão aberto na propriedade da MiratecArts Galeria Costa. Entre eventos ao vivo também há muitos momentos online onde o público pode seguir através das redes sociais. “Temos presença através da #miratecarts no twitter e instagram, mas é no Facebook que as coisas acontecem,” admite Terry Costa, “mas o público também pode participar mostrando seus dotes artísticos com a mascote do festival. A imagem está disponível através do site oficial www.azoresfringe.com – basta baixar o ficheiro e decorar, pintar, desenhar, “basicamente dar uma nova roupagem à nossa mascote e colocar nas redes sociais ou nos mandar diretamente, e teremos todo o prazer de partilhar. #azoresfringefestival – juntos conseguimos mais.”

MIRATECARTS/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.