REGIONAL

ATUALIDADE- Avelino Meneses afirma que as necessidades de pessoal nas escolas dos Açores estão “acauteladas” (c/áudio)

178views

O Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou, hoje, em Angra do Heroísmo, que estão “acauteladas as necessidades” no sistema de ensino regional em matéria de pessoal para o arranque normal do novo ano letivo a 15 de setembro.

Avelino Meneses, que falava, por videoconferência, no início dos trabalhos do III Encontro ProSucesso, adiantou que, em termos de pessoal docente, os cerca de cinco mil professores permitem uma “maior disponibilidade de apoio e soluções” para uma população estudantil “em decréscimo”.

Desde o ano letivo de 2014-2015 que o sistema educativo regional acumula uma perda de 8.145 alunos, mantendo, no entanto, um corpo docente que, neste ano de 2020-2021, conta nos seus quadros com 4.473 professores efetivos, sublinhou Avelino Meneses.

“Nunca como neste novo ano houve tantos professores nos quadros numa prova da redução da precariedade”, frisou.

Por outro lado, o titular da pasta da Educação realçou que, em termos de pessoal de apoio educativo, o Governo dos Açores procedeu ao provimento de um número de assistentes operacionais “muitíssimo superior” aos rácios previstos quer na legislação regional de 2009, quer na legislação nacional de 2017.

Este procedimento teve em conta, por um lado, o “envelhecimento da classe” e, por outro, o “cumprimento” dos planos de contingência das unidades orgânicas, pelo que, no último mês e meio, as escolas contaram com um reforço de cerca de 250 colaboradores, elevando assim para 2.817 o total de pessoal de apoio educativo, o “mais elevado de que há memória”, salientou.

Avelino Meneses destacou ainda o trabalho desenvolvido pelas escolas dos Açores desde meados de junho, após a receção do documento emanado pela SREC intitulado ‘Regresso Seguro às Aulas 2020-2021’ e da sua adaptação às especificidades de unidade, com vista à criação de uma “ambiência de segurança” para estudantes, professores e pessoal auxiliar que retorna às aulas na terça-feira, 15 de setembro.

O Secretário Regional da Educação reafirmou que o Governo tem preparado o “plano b” caso a situação pandémica o exija, que assenta na realização do ensino à distância, através da telescola, por ser “um meio de maior difusão”, e das plataformas digitais, “agora certamente melhor conhecidas de professores e alunos”.

É que, acrescentou Avelino Meneses, “à margem de tudo, das incidências políticas e pedagógicas, a próxima legislatura será um tempo de reforço na utilização das novas tecnologias no sistema educativo regional”.

O III Encontro ProSucesso, que decorre até sexta-feira por videoconferência e aborda a temática da avaliação, é um evento da Direção Regional da Educação aberto a todos os elementos das comunidades educativas das escolas da Região, em particular para as lideranças.

A abertura deste encontro incluiu uma conferência proferida pelo juiz conselheiro Laborinho Lúcio, intitulada ‘A educação e a escola: um amor em tempos de peste’.

GaCS/PB/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.