REGIONAL

ATUALIDADE – AJF Bastardo vence Sporting CP 3-2

198views

No primeiro set, e com Antony Gonçalves no serviço, a AJ Fonte do Bastardo ganhou vantagem (8-5), que conseguiu prolongar no tempo (12-9), agora com um bloco de Hélder Spencer. Outro bloco, mas este de Bruno Jesus, logo seguido de um ataque eficaz (15-10) fez soar o botão de alarme dos sportinguistas. Antony estava endiabrado no ataque e o bloco leonino não conseguia suster o seu ímpeto (20-15). Um erro no ataque causou uma certa desorientação nas hostes açorianas (22-20) e João Coelho foi obrigado a pedir tempo para se reorganizarem. Bruno Cunha concretizou no ataque o 23-21, mas os leões igualaram (24-24) e acabaram por dar a volta ao jogo e ao resultado, triunfando por 28-26.

A Fonte do Bastardo voltou a entrar melhor (3-1, 10-6). Dois blocos consecutivos de Hélder Spencer catapultaram a AJF Bastardo no marcador (15-9). Um amorti de Caíque Silva pôs a nu algumas debilidades defensivas dos leões (18-10). A entrada em campo de Miguel Maia empolgou os jogadores leoninos, que galgaram terreno (16-21), mas era tarde demais e Hélder Spencer selou, com um ataque, o triunfo dos açorianos: 25-18.

No terceiro set, a AJF Bastardo voltou a tomar em mãos as rédeas do jogo (10-7, 14-10). Dois serviços de Victor Pereira aproximaram (14-12) os pupilos de Gersinho. Contudo, Hélder Spencer mostrava-se inconformado e com as suas acções ofensivas e defensivas na rede voltou a impulsionar a sua equipa (20-16). Dando a ideia de estar algo descrente, seria a equipa leonina que acabaria por selar o triunfo do seu adversário com um erro no serviço: 25-20.

O quarto set foi totalmente dominado pelo Sporting CP (13-9, 19-13) e a reacção dos açorianos aconteceu mas pecou por ser tardia: 25-20.

No set decisivo, a AJF Bastardo chegou-se à frente (4-1), mas o Sporting CP respondeu bem (4-4). Novamente a formação açoriana a liderar o marcador (9-6). Um bloco de Bruno Cunha manteve a equipa insular na liderança (12-9). A vitória por 15-13 foi sofrida mas justa pela forma como decorreu o parcial. Antony Gonçalves, com 21 pontos, e Paulo Silva, com 19, foram os melhores pontuadores das duas equipas.

João Coelho, Treinador da AJF Bastardo:
“Uma vitória sofrida mas inteiramente justa pela forma como os jogadores se bateram até ao fim. Tivemos alguma precipitação no primeiro set e não conseguimos gerir até ao final a vantagem que tínhamos. Depois, a maior experiência e o maior leque de opções do nosso adversário deu-lhes uma frescura que nós não possuíamos, sobretudo a partir do momento em que tivemos aquele azar com o Rui, que até tinha entrado muito bem no jogo.
Ainda falta muito para terminar a Supertaça. Agora, vamos ter uma dura viagem pela frente, mas faremos tudo para continuar a dignificar a modalidade”.

FPV/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.