REGIONAL

Artur Lima enaltece papel da Casa dos Açores do Norte

150views

O Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima, visitou esta sexta-feira as instalações da Casa dos Açores do Norte, onde teve a oportunidade de reconhecer o importante trabalho desenvolvido pela aquela Casa, seja na promoção de atividades socioculturais que reforcem a imagem dos Açores no norte do país, seja no apoio social dado aos doentes deslocados Açorianos.

Durante a sua visita, Artur Lima, em representação da Vice-Presidência do Governo, assinou um acordo de cooperação de igualdade de oportunidades com o Presidente da Casa dos Açores do Norte, Ponciano Oliveira, que tem como propósito garantir o “apoio financeiro para assegurar o acolhimento, informar, orientar e acompanhar o doente deslocado na região do Porto e norte do país, por necessidade clínica”.

O acordo, que tem por objeto o “desenvolvimento de uma resposta de apoio psicossocial dos doentes e acompanhantes em situação de fragilidade” que estejam deslocados na cidade do Porto, estabelece que a Vice-Presidência do Governo, através da Direção Regional da Solidariedade Social, deve “assegurar o pagamento de uma comparticipação financeira até ao montante de 16.130,03€, relativo a despesas de pessoal e funcionamento”.

Segundo o Vice-Presidente do Governo, a Casa dos Açores do Norte tem prestado um serviço fulcral aos doentes Açorianos que se deslocam à cidade do Porto, disponibilizando apoio ao nível social e psicológico tanto aos doentes, como aos seus acompanhantes.

Para o governante, nas situações em que se verificam deslocações por doença, existem implicações ao nível familiar, profissional, económico e emocional, pelo que o papel do Executivo regional deve ser o de desenvolver e melhorar as respostas sociais que atenuem o desgaste emocional e colmatem as dificuldades sentidas pelos doentes e respetivas famílias ao nível, por exemplo, do alojamento.

Segundo dados remetidos pela Casa dos Açores do Norte, desde 2012 – ano em que esta instituição começou a prestar este serviço – já foram acompanhados e apoiados cerca de 1.000 doentes mais os seus acompanhantes, que se deslocam à cidade do Porto para realizarem tratamentos, consultas e cirurgias.

GA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.