NACIONAIS

Aquário Vasco da Gama ganha vida através da Arte Urbana de Adalberto Brito (c/vídeo)

329views

A Marinha, através do Aquário Vasco da Gama, convidou o artista de arte urbana Adalberto Brito (Youthone) a dar uma nova vida à fachada do edifício. Ao longo de 10 dias em que teve lugar esta intervenção, foram pintados elementos visuais relacionados com a história e a vida marinha existente no Aquário Vasco da Gama, onde podem agora ser observadas diversas espécies de animais presentes neste aquário, bem como, algumas espécies ilustradas pelo Rei D. Carlos I nas suas publicações.

​​​​​​Este projeto de requalificação, melhoria e preservação do edifício voltado para a marginal e linha de comboio, é também um convite direto ao público que por ali passa, a visitar o aquário museu mais antigo do mundo aberto ao público, que conta já com 122 anos de existência.

O Aquário Vasco da Gama foi inaugurado a 20 de maio de 1898. Foi um dos primeiros aquários no mundo, sendo a sua construção ordenada pela Comissão Executiva da celebração do 4º Centenário da partida de Vasco da Gama para a viagem do descobrimento do Caminho Marítimo para a Índia. A administração do Aquário, sendo propriedade do Estado, foi, em fevereiro de 1901, entregue à Marinha, onde permanece até hoje como organismo cultural.

​Adalberto Brito, de nome artístico Youthone, de nacionalidade Portuguesa, nasceu em Angola, em 1974. Conhecido no seu meio como um dos vanguardistas e impulsionadores da pintura graffiti em Portugal que teve início nos finais dos anos 80 em Carcavelos.

Adalberto Brito foi militar dos quadros permanentes da Marinha, no período de 1994 a 2003, optou pela arte como profissão e por paixão. Frequentou a Faculdade de Belas Artes de Lisboa no curso de pintura.

MARINHA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.