REGIONAL

AÇORES- Lara Martinho questiona Ministro do Mar sobre rede de Radares Meteorológicos

147views

Lara Martinho, deputada do Partido Socialista dos Açores à Assembleia da República, congratulou, esta quarta-feira, o Ministério do Mar pelo “esforço e trabalho desenvolvidos” que contribuíram para que o Radar Meteorológico de Santa Bárbara, na ilha Terceira, seja hoje uma realidade. A vice-presidente da bancada do GPPS intervinha na audição ao Ministro do Mar, no âmbito da Comissão de Agricultura e Mar.

A parlamentar socialista, que referia a importância dos radares meteorológicos para a segurança das populações, “por serem cruciais na previsão e vigilância de fenómenos meteorológicos”, frisou ainda que nos Açores essa importância é ainda maior, “dado que somos cada vez mais assolados por grandes tempestades, como nos recordou o furacão Lorenzo no final do ano passado”.

Reforçando que o radar meteorológico de Santa Bárbara era um equipamento há muito ansiado pelos Açores, Lara Martinho recordou que em 2013 e, novamente em março de 2015, foi sinalizada a urgência da instalação da rede de radares nos Açores, mas “infelizmente nada foi feito pelo então Governo PSD/CDS, neste como em outros dossiers dos Açores”. Por outro lado, a deputada destacou que foi o Governo socialista que assumiu, e bem, o compromisso da instalação da rede de radares meteorológicos nos Açores, começando pelo radar de Santa Bárbara, sendo “com orgulho que constatamos que já foram obtidos os primeiros dados por esta infraestrutura”.

A deputada socialista reivindicou ainda a importância de se continuar este trabalho garantindo que a região tenha dados disponíveis que permitam proteger todos os Açorianos, “daí a importância de avançarmos com o desenvolvimento da restante rede, nomeadamente os outros dois radares, um na ilha São Miguel e o outro na ilha das Flores”.

Neste sentido, Lara Martinho solicitou informação ao Ministro do Mar, sobre os passos que estão a ser dados para a sua implementação.

Em resposta, Ricardo Serrão Santos manifestou a sua satisfação com a instalação do Radar de Santa Bárbara, cuja inauguração será já no próximo dia 12, adiantando que quanto à instalação do de São Miguel o mesmo sofreu atrasos, desejando que os mesmos sejam agora recuperados. Para a aquisição do radar de São Miguel, que são cerca de três milhões de euros, o Ministro do Mar adiantou ainda não haver acesso a Fundos Europeus para esse fim, havendo sim uma proposta do Ministério para acesso aos fundos do plano de recuperação, “atendendo a que achamos que estes instrumentos podem fazer parte do plano de recuperação e de resiliência, porque dão segurança às nossas previsões e permitem agilizar a nossa ação para os riscos que ai vem”. Já em relação ao radar das Flores, Ricardo Serrão Santos esclarece que a situação é idêntica, sublinhando ainda a relevância destes equipamentos ao nível da resiliência não só nacional e europeia.

PS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.