REGIONAL

AÇORES- Campanha de cedência de lotes infraestruturados com novo pacote de 44 lotes em três ilhas

206views

O Diretor Regional da Habitação adiantou que o Governo dos Açores já lançou concursos para 85 lotes, aos quais se deverão somar outros 44 que serão lançados num novo pacote.

Orlando Goulart falava quarta-feira na apresentação do concurso para a segunda fase de cedência de lotes no loteamento de São Vicente Ferreira, em Ponta Delgada, onde esclareceu os interessados em concorrer a um lote infraestruturado no loteamento desta freguesia, que está em vias de conclusão das infraestruturas da primeira fase.

“Desde que foi anunciado pelo Governo dos Açores o lançamento de concursos para 150 lotes infraestruturados a preços simbólicos, já foram lançados concursos para 85 lotes, aos quais se deverão somar estes 44 que vão ser lançados agora em novo pacote”, disse o Diretor Regional.

Os concursos abrangem lotes localizados em sete ilhas do arquipélago e este novo pacote tem como principais atrativos os lotes localizados nos Milagres, na freguesia de Arrifes, e os localizados na freguesia de São Vicente Ferreira, além de lotes nas ilhas do Faial e Graciosa.

Esta campanha do Governo dos Açores engloba-se numa estratégia que visa a promoção da construção de habitação nos vários loteamentos/terrenos que possui, criando condições muito favoráveis para que a construção de habitação possa ser uma realidade para muitas famílias açorianas, sendo que, para isso, possam despender uma verba acessível aos seus rendimentos.

O processo começa com a cedência de lotes a preços simbólicos, em concurso público, para que os potenciais interessados não tenham que suportar o custo da aquisição de lote para construir habitação própria, adiciona a cedência de projeto pronto a licenciar, para evitar custos com a realização de projeto, e conclui-se com a possibilidade de as famílias se poderem financiar, em parte, através de uma candidatura à construção de habitação.

“Os apoios à construção de habitação, que foram aumentados em 2019 pelo Governo dos Açores em cerca de 35%, são um excelente complemento ao eventual financiamento bancário que os candidatos possam obter através da hipoteca do lote cedido pela Região”, disse Orlando Goulart.

“Trata-se de uma campanha em que o Governo dos Açores acredita vir a ter bons resultados, em paralelo com os resultados alcançados com todos os outros programas disponibilizados, quer para reabilitação de habitação própria, quer para arrendamento de uma habitação”, frisou o Diretor Regional.

GaCS/AIC/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.