REGIONAL

525views

A iniciativa online da Câmara Municipal de Ponta Delgada Cultura em Sua Casa volta a 7 de junho com um novo e diversificado programa. Dança, artes plásticas e património cultural estarão online no site do Município, no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Às 10h00 do dia 7, Carolina Rocha traz a dança ao Cultura em Sua Casa. A dançarina, que nasceu em São Miguel em 1986, é licenciada pela Escola Superior de Dança (Lisboa), tendo frequentado o curso Modem Studio Atelier da Compagnia Zappalà Danza (Sicília) e o primeiro módulo do curso PEPCC do Fórum Dança. Trabalha em diversos projetos de criação coreográfica.

É professora de dança e também trabalha na área do fitness, ao mesmo tempo que desenvolve projetos de artes performativas, de entre os quais de destaca a peça “Orgulho Sem Preconceito” (co-criação com Maria João Gouveia), o vídeo de dança “Degrau em Grau ”(co-criação com Hugo França), vencedor de dois prémios, e a peça “Miragem”.

Ganhou a bolsa Jovens Criadores do Festival Walk&Talk, com o projeto “Bruto” e, para Cultura em Sua Casa cria e interpreta “EX-PÉCIE”, uma peça que tem como ponto de partida a noção de caos e perigo. Neles coabitam o abismo, a sedução e encantamento, a ostentação e o vazio.

Às 11h00, Martim Cymbron, que nasceu em São Miguel em 1973, traz as artes plásticas ao programa online da Câmara Municipal de Ponta Delgada. Martim Cymbron estudou pintura entre 1999 a 2003, nos Países Baixos e o seu estilo insere-se no Realismo. No seu atelier Ponto de Arte, no centro histórico de Ponta Delgada, o artista trabalha, leciona e vende material de pintura.

As suas obras estão representadas em coleções privadas e em espaços públicos, sendo de realçar as que se encontram na Presidência da República e no Parlamento Europeu. De entre inúmeras exposições realizadas destacam-se as realizadas em Nova Iorque e no Mónaco, ambas em 2018.

Para o Cultura em sua Casa, o artista irá pintar um quadro, explicando as técnicas utilizadas enquanto fala da sua carreira. A dança regressa às 12h00 com Catarina Medeiros, natural de Ponta Delgada e licenciada em Dança, Interpretação/Criação pela Escola Superior de Dança. Desde 2010 que trabalha como coreógrafa, bailarina e professora na Região.

Como coreógrafa e bailarina apresentou vários trabalhos no território nacional, a solo e com o 37.25 – Núcleo de Artes Performativas de que faz parte. Com o grupo tem apresentado vários trabalhos da sua autoria, com outros coreógrafos e com companhias nacionais. É produtora do PARALELO – Festival de dança.

Professora certificada do método DanceAbility, participa como convidada em diversos projetos da MUSIQUIM, sendo professora no Estúdio 13 – Espaço de Indústrias Criativas.

Em Cultura em Sua Casa interpreta “Apneia” que se expressa sobre o tempo incerto. “O tempo surge-me rápido, solto, suspenso. Ando em contratempo, a correr, em voltas e reviravoltas. A vogar sobre o tempo. Ainda assim, há uma dinâmica superior que se mantém constante. Nascer, morrer, extinguir, transformar, adaptar. Este tempo é certo, e também é meu.”

As artes plásticas, desta feita com Pedro Sousa, têm lugar marcado para as 13h00. Pedro Sousa, que nasceu em Santa Maria e vive e trabalha em São Miguel, tem 28 anos de carreira. Organizou dezenas de exposições de pintura (individuais e coletivas), nos Açores e no continente. Na obra de Pedro Sousa surgem temáticas recorrentes, como a figura feminina, as casas tradicionais da sua ilha, vários motivos icónicos típicos da contemporaneidade e as figuras do peixe, da maçã ou da guitarra. As suas composições convidam o olhar a centrar-se no essencial e a esquecer o ruído envolvente. No programa de 7 de junho dá a conhecer um pouco do seu processo criativo e os seus projetos de trabalho mais recentes.

O património cultural volta a marcar presença no Cultura em Sua Casa, às 14h00 de 7 de junho, com Nicolle Steggink, que nasceu nos Países Baixos em 1960. Há 30 anos, depois de terminar o curso de Fisioterapia, veio para São Miguel, apaixonando-se pela ilha, que escolheu para viver e trabalhar. Conta que há uns anos aconselharam-na a estudar para Guia-intérprete, dada a falta de guias para as línguas alemã e holandesa. Fez então o curso de Guia de Natureza, vários cursos de curta duração na Aprodaz e na Universidade dos Açores, e alguns promovidos pela Turismo de Portugal, Best Online. Entretanto, continua a estudar para aprofundar os seus conhecimentos.

No Cultura em Sua Casa falará sobre o Jardim António Borges, espaço que recebeu o nome do seu patrono, António Borges da Câmara de Medeiros, responsável pela plantação deste jardim botânico de Ponta Delgada.

FONTE: CMPD/GC/LD

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.